O Natal é uma tradição muito antiga e suas origens vêm de muito tempo antes do nascimento de Cristo, evento que celebramos na data. Quando esse tão esperado dia chega, muita coisa nos vem à cabeça, como Papai Noel, luzinhas, celebração, ceia. Mas você sabe por que comemos o tão aguardado peru no Natal?
Existe um motivo!
Todos os anos a mesma coisa acontece: os supermercados forram suas prateleiras com perus para saborearmos nesta data querida. Por que não galinha, frango, ganso, pato ou qualquer outra ave?
Tudo começou com os índios norte-americanos, que criavam o peru em suas aldeias. A ave sempre era servida em suas oferendas pois era considerada um símbolo de fartura, devido ao fato de ser uma ave grande e que pode alimentar muitas pessoas.
Quando os espanhóis foram até a América para colonizar o México, conheceram o peru e acabaram levando-o para a Europa, onde o consumo de aves
nobres era muito comum. A partir do século 16, ele começou a ganhar muita popularidade no continente europeu, substituindo até o cisne na Inglaterra em comemorações.
Nos EUA, no Dia de Ação de Graças do ano de 1621, ele foi servido pelos índios como prato principal. A população americana gostou tanto que o adotou como refeição obrigatória nesse dia festivo.
A inserção do peru nos continentes europeu e americano, incluindo o Brasil, na data do nascimento de Cristo acabou fazendo com que a janta de Natal
passasse a ser considerada uma ceia, um ritual que passou a ser entendido como símbolo de sucesso, devido à abundância e fartura da refeição.
Nós do The Market lhe desejamos um Natal e um Ano Novo repleto de novas conquistas, alegria e, é claro, muita comida boa! Peça nosso kit Natal e desfrute de uma experiência gastronômica sem igual na sua ceia, junto de quem você mais gosta. Boas festas!

Compartilhar: